Buscar
  • Sara Vilabril

Erros que prejudicam a gestão financeira eficiente

Atualizado: Fev 25


Quantas pessoas ouves que dizem que o dinheiro não interessa? Que não são ambiciosas? Que o dinheiro não é importante? Deixa-me adivinhar essas pessoas estão constantemente a contar os trocos? – Pois é!



O desinteresse pela gestão financeira é um dos maiores erros das pessoas com situações financeiras desafiantes. Quando estamos conscientes da importância da gestão do dinheiro começamos a perceber como tomar boas decisões, decisões a nível de gestão de rendimentos, decisões a nível de gestão de gastos, decisões ao nível de gestão de poupança, decisões eficientes ao nível de gestão de investimento começamos a ter um desempenho favorável a uma boa gestão financeira em todas as áreas financeiras. Quando aumentamos a nossa curiosidade sobre esta área e consequentemente começamos a ganhar novos conhecimentos de gestão financeira eficiente e implementamos na nossa vida os conhecimentos que fomos adquirindo – então a gestão financeira tende a desenvolver-se de forma eficiente. Se estás a ler este artigo pertences aquela pequena parte da população que não se conforma em viver em piloto automático e a prova de que já estás a dar passos em direção a uma gestão financeira é a tua presença na leitura deste artigo. Parabéns por isso!


Grande parte da população não tem a perceção dos valores gastos ou investidos nas várias necessidades, desejos e superficialidades. E esta situação leva-me à questão: Como podemos gerir de forma eficiente os nossos gastos se não temos conhecimento da alocação do nosso dinheiro. Para que possas já iniciar já uma boa gestão dos teus gastos faz um registo histórico dos teus gastos. Deixa-me adivinhar: Não tens registo e não te lembras? – Acede ao extrato de conta bancária e inicia o teu trabalho a partir desta análise. Percebe:

1- Os valores alocados a cada área (alimentação, vestuário, habitação, formação, …)

2- Agrupa os teus gastos em 3 categorias diferentes: necessários, desejáveis e supérfluos.

3- Percebe como podes começar a eliminar gastos supérfluos e alocar esse montante à poupança destinada a investir no teu sonho.


Não te objetivos financeiros é o terceiro erro que te quero falar. Saber o que queremos fazer com o nosso dinheiro e delinear objetivos futuros é fundamental para que possamos tomar boas decisões. Há pessoas que pensam que não conseguem adquirir determinada coisa. Na verdade o que é importante perceber é que é quero tanto determinada coisa que estou disposta a abdicar de muitas outras. Por exemplo, eu quero tanto uma casa que estou disposta a não investir num carro novo nos próximos anos, a não viajar tanto, e em vez de ir ao ginásio comprometo-me a fazer exercício ao ar livre. Então o terceiro erro que pessoas que não têm uma boa gestão financeira comentem é não ter objetivos claros que os apoiem a tomar decisões de encontro aos seus sonhos, aos seus objetivos.


Acredito profundamente que antes de gerirmos as nossas finanças como empreendedores ou antes de ampliarmos o nosso conhecimento para a gestão financeira empresarial é fundamental ganharmos competências para gerir as nossas finanças a nível pessoal. Espero ter-te apoiado a construir uma gestão financeira eficiente. Se te fizer sentido:


· Começa a poupar com um propósito (adquirir casa, fazer uma viagem de sonho, adquirir carro, investir num programa de desenvolvimento pessoal, investir em um rendimento passivo – ex imóvel para arrendar)


· Se trabalhas por conta de outrem decide a tua poupança no inicio do mês quando recebes


· Abre uma conta diferente da conta da gestão do dia-a-dia para que a tua poupança esteja a salvo de vontades instintivas de gastar a poupança


· Pede ao teu banco que automatize a poupança (todos os meses o valor estipulado por ti sai da tua conta à ordem para a tua conta poupança)


· Faz uma análise dos teus rendimentos com regularidade e percebe como podes potencia-los.


· Observa os teus gastos/ investimentos frequentemente e percebe que alocações de dinheiro estão a ter um impacto positivo na tua vida e que alocações de dinheiro podem ser redirecionadas para outras aquisições mais eficientes


Pequenos passos levam a grandes mudanças. Aquilo que eu partilho contigo aqui hoje são técnicas que eu uso na minha vida. E hoje com mais consciência eu percebi que um dos meus pontos de viragem foi quando percebi que a dor de estar sempre com a conta a zeros era superior ao desafio de começar a agir de forma diferente e estes pequenos passos hoje representam uma grande transformação na minha vida.


Através das minhas poupanças consegui criar um fundo de reserva para me lançar como empresária. Sugiro sempre às pessoas que tenham um fundo de reserva sempre que decidem despedir-se enquanto empregadas para abraçar o mundo do empreendedorismo. O fundo de reserva é um valor monetário que permite ao empreendedor fazer face às despesas por um determinado período – sugiro que este valor represente as despesas de 6 a 12 meses. Quando o fundo de reserva existe os empreendedores conseguem desenvolver a sua atividade de uma forma mais fluida e sem a pressão de haver necessidade de rentabilidade imediata pois nem sempre isso acontece.









És daquelas pessoas que queres abraçar o mundo do empreendedorismo? Faz esse caminho com o apoio de alguém que já passou pelo mesmo. Não te deixes ficar no conforto da segurança ilusória que te traz o desconforto e a dor da estagnação, do desalinhamento com aquilo que tu acreditas e com os teus valores.



Para poder apoiar-te disponibilizo uma sessão de planeamento gratuita. Se queres mesmo transforma-te em empreendedor agenda a tua sessão com o compromisso de estares presente. Prometo-te quer te vais redescobrir, vais ter informação na qual nunca tinhas pensado antes e vais ter oportunidade de conhecer o meu programa de transformação.

Agenda uma sessão de planeamento gratuita comigo AQUI

Artigos relacionados:


Passos essenciais para criares o teu negócio em 2021


5 critérios para tomar boas decisões profissionais em 2021


3 palavras que deves eliminar em 2021

Objetivos 2021

3 coisas que te podem estar a tirar tempo


3 coisas que podem estar a impedir a tua autoconfiança

3 hábitos de pessoas bem sucedidas

4 estratégias para iniciares a tua mudança profissional

O que nunca de disseram sobre objetivos


3 coisas que não deves fazer que te retira tempo e energia

3 motivos pelos quais deves manter o teu local de trabalho organizado

4 coisas que te podem estar a impedir de seres eficiente enquanto trabalhador por conta própria

22 visualizações0 comentário